Emsisoft lançou um descriptografador gratuito para o RANSOMWARE STOP

Este utilitário pode ajudar as vítimas a descriptografar 148 das 160 versões do ransomware STOP

A fabricante de antivírus Emsisoft publicou recentemente um utilitário de descriptografia gratuito para a linha de ransomware STOP, o ransomware mais activo e difundido actualmente. De acordo com a empresa, este utilitário pode ajudar as vítimas a descriptografar 148 das 160 versões do ransomware STOP. Que foi classificado como a principal ameaça de ransomware nos últimos seis meses, segundo a Emisoft.

idr-ranking-stop.png
Imagem: Emsisoft

A empresa sediada na Nova Zelândia disse que o ransomware STOP foi distribuído exclusivamente no ano passado por meio de key generators e cracks upados em sites warez ou portais de torrents. Os usuários que desejam desbloquear software pirateado geralmente fazem o download desses geradores ou fendas principais e recebem uma surpresa desagradável na forma de uma variedade de ransomware que criptografa os seus arquivos e exige um pagamento de resgate.

“Infelizmente, essa ferramenta não funciona para todas as vítimas, pois só pode recuperar arquivos criptografados por 148 das 160 variantes”, afirmou Emsisoft. “Estimamos que isso permitirá que aproximadamente 70% das vítimas recuperem seus dados.

“Para as pessoas afetadas pelas 12 variantes restantes, não existe solução no momento e não podemos oferecer assistência adicional neste momento. Recomendamos que aqueles que se encontrem nessa posição arquivem os dados criptografados, caso uma solução fique disponível no futuro “, disse a empresa.

idr-heatmap-stop.png
Imagem: Emsisoft

Segundo a Emsisoft, existem mais de 116.000 vítimas confirmadas e um total estimado de 460.000 vítimas.

O decodificador de ransomware STOP está disponível para download no site da Emsisoft, junto com um guia de uso disponível na mesma página para orientar os usuários no processo de descriptografia. Também foi lançado um decodificador separado para a variante STOP ransomware PUMA, disponível a partir daqui.

Ambos os decodificadores devem poder ajudar as vítimas do ransomware STOP que tiveram seus arquivos criptografados até Agosto do corrente ano, disse a Emsisoft.