The Batman: Director diz que não teria aceite fazer o filme se não tivesse liberdade criativa

Minha ambição é que seja incrivelmente pessoal usando as metáforas daquele mundo.

Quando se trata de grandes filmes de Hollywood, muitos directores hesitam em trabalhar neles por causa de muita interferência no estúdio. A mais notória por isso é Disney, conhecida por ser extremamente protectora de suas marcas Marvel e Star Wars. Que já viram directores diversos abandonos devido às “diferenças criativas“, frequentemente citadas.

Durante uma entrevista ao The New York Times, Matt Reeves falou sobre a dificuldade ocasional de dirigir um filme de grande orçamento e por que o controle criativo era importante para ele, se tratando de Batman.

Você nunca sabe se as pessoas encarregadas dessas propriedades intelectuais serão abertas à sua visão. Mas se não fossem, eu não teria feito “Batman“. Eu estava tipo, olha, tem alguns óptimos filmes de “Batman” e eu não quero apenas fazer um filme de “Batman“. Eu quero fazer algo que tenha alguns riscos emocionais. Minha ambição é que seja incrivelmente pessoal usando as metáforas daquele mundo.

The Batman Batmovel

“Parece um retrocesso muito estranho nos filmes que eu criei nos anos 70, como “Klute” ou “Chinatown“. Não estou dizendo que estamos conseguindo algo assim. Essas são obras de arte. Mas essa é a ambição. “ – acrescentou

Dirigido por Matt Reeves, o elenco conta com Robert Pattinson [Batman], Jeffrey Wright[Jim Gordon], Andy Serkis[Alfred Pennyworth], Colin Farrell[Pinguim], Paul Dano[Charada] e Zoe Kravitz[Mulher Gato].

The Batman é sem dúvida a mais emocionante adaptação em quadrinhos, e está agendado para 25 de Junho de 2021. Deixe nos comentários o que você acha.

Para ficar por dentro das nossas novidades, siga-nos na sua rede social favorita clicando nos links abaixo: Canal TelegramGrupo TelegramWhatsApp [Grupo apenas de visualização], Facebook
InstagramTwitter Pinterest.