Microsoft e Google trabalharam juntos para melhorar o verificador de ortográfia dos seus navegadores

Recentemente, o Google e a Microsoft trabalharam juntos para melhorar a experiência da verificação ortográfica no Google Chrome e no Edge. As versões mais recentes do Chrome e Edge agora são alimentadas pelo recurso interno de verificação ortográfica do Windows, e não pela implementação de código aberto anterior do Hunspell. Segundo o anúncio no site, essa mudança tem vários benefícios, incluindo suporte para idiomas e dialetos adicionais, um dicionário personalizado compartilhado e melhor suporte para URLs, acrônimos e endereços de email.

“Esse recurso foi desenvolvido como uma colaboração entre os engenheiros do Google e da Microsoft no projeto Chromium, permitindo que todos os navegadores baseados em Chromium se beneficiem da integração do Windows Spellcheck”, explica a equipe do Microsoft Edge.

Crédito: Blog Windows

O novo revisor de textos está disponível para o Microsoft Edge a partir da versão 83. Para a maioria dos usuários, a implementação aparecerá automaticamente nas configurações do navegador. Os idiomas que serão verificados pelo corretor ortográfico podem ser vistos em edge://settings/languages.

No Chrome, caso o corretor ortográfico não esteja activado de maneira automática, pode ser feito manualmente através do acesso a chrome://flags , onde terás que pesquisar por “Use the Windows OS spell checker”, activar a configuração e reiniciar o navegador.

O site ainda revela que com base nos comentários anteriores dos usuários beta, isso representa uma melhoria geral na qualidade da verificação ortográfica.